“Árvore Solidária” arrecadou 6 mil quilos em Mogi Guaçu

????????????????????????????????????

Com uma arrecadação recorde, seis mil quilos de mantimentos, entre materiais de limpeza e alimentos, irão beneficiar 13 entidades assistenciais situadas em Mogi Guaçu, no Centro Leste Paulista. As doações foram provenientes de associados da Sicredi União PR/SP na cidade e munícipes que se engajaram na campanha “Árvore Solidária” que a cooperativa de crédito realiza pelo sexto ano consecutivo.

O montante foi tão grande que foi necessário organizar todos os donativos em três pilhas dentro da agência. “Colocamos uma meta e, durante o mês em que coletamos os mantimentos, buscamos manter o foco no resultado almejado. Sempre conscientizando as pessoas que passavam sobre a importância desse projeto e os benefícios sociais que trariam”, afirmou Vitor Pasquini, gerente da Sicredi Mogi Guaçu.

O projeto faz parte das ações solidárias da Sicredi União PR/SP e é sinônimo do engajamento e cooperação dos diretores, colaboradores e associados da cooperativa. “Essa é mais uma forma de mostrar que a Sicredi se faz presente em todas as cidades onde está presente e maneira ativa. Pois, a Árvore Solidária é um projeto social que vem de encontro aos nossos valores”, informou Gustavo Willian Nicoletti, Gerente Regional de Desenvolvimento Centro Leste Paulista.

A divisão dos mantimentos será feita pela Federação das Entidades Assistenciais Guaçuanas (Feag), onde todas as entidades são cadastradas. “É uma dádiva muito grande contar com uma instituição na cidade que seja engajada nesse tipo de ação social. Ainda mais nessa época”, afirmou o presidente da Faeg, José Roberto Panciera, lembrar o lado humano da cooperativa.

As instituições beneficiadas são: Albergue Vinha de Jesus, Comunidade Caminho Para Paz, Lar Padre Longino, Boa Nova, Centro de Ação e Recuperação Social (Cars), Associação Comunitária Martinho Prado Júnior, Associação de Promoção Social de Mogi Guaçu (Apromosçu), Associação Comunitária Mundo Melhor, Centro de Atendimento à Criança (Cac), Paróquia São Judas Tadeu, Paróquia São José Operário e Apae Estiva Gerbi.

Exceção

Há uma exceção entre os beneficiados. Uma família, que não é instituição de caridade, receberá todos os produtos de limpeza arrecadados. O Cantinho do Céu, como é chamada, abriga 26 crianças, todas cuidadas por Cecilia Barbosa.

“São todos meus filhos, adotados de maneira legal e que moram comigo há 25 anos, quando adorei o primeiro. Não pude ser mãe biológica, mas isso não me impediu de formar uma grande família”, informou a dona de casa de 63 anos.

“Já foram 33, mas alguns já casaram e tem seus próprios lares. Infelizmente, necessito de doações para me manter, mas dou conta de tudo com a ajuda dos mais velhos”, disse sorridente.

Cecilia irá receber 50 litros de desinfetantes, 50 quilos de sabão em pó, 100 litros de água sanitária, 50 litros de detergente e 25 litros de multiuso. “Já convoquei um mutirão e vamos fazer uma faxina geral”, afirmou feliz da vida ao lembrar que a casa está bem limpa para o Natal.