Bate-papo discute origem e crescimento do cooperativismo em Maringá

Executivos de três cooperativas maringaenses participaram na última terça-feira (dia 14) de um bate-papo sobre cooperativismo. Realizado pela CBN Maringá no estande da Sicredi União PR/SP na Expoingá, com mediação do jornalista Sérgio Machado, o debate foi transmitido ao vivo pela rádio e no Facebook (@CBN Maringá).

O encontro reuniu o superintendente de Negócios da Sicredi União PR/SP, David Conchon, o gerente de cooperativismo da Cocamar, João Sadao, e o gerente de mercado da Unimed Maringá, João Noris. Os três executivos defenderam os diferenciais desse modelo de negócio e o impacto positivo para o desenvolvimento local.

Conchon destacou que o cooperativismo de crédito detém 5% do mercado financeiro brasileiro, o que possibilita um grande crescimento. Ele lembrou que a Sicredi União nasceu em Maringá em 1985, inicialmente como Credimar, unindo pequenos produtores rurais. Hoje a Sicredi União é a maior do sistema Sicredi, tendo 210 mil associados e 1,1 mil colaboradores. Já o sistema Sicredi emprega 125 mil pessoas. “Nosso negócio tem como foco atender o pequeno e o médio produtor e empresário”.

João Sadao, da Cocamar, reforçou que a cooperativa nasceu há 56 anos com a missão também de atender os pequenos, e possibilitar que eles tenham uma renda maior, por meio do maior poder de compra e acesso a uma estrutura de produção. Hoje a Cocamar tem trabalhado a sucessão familiar e a cultura associativista em programas junto a jovens, escolas e mulheres. “Nosso cooperado tem, em média, 55 anos”, destacou.

O desafio é o mesmo na Sicredi União. “Estamos numa região com quatro milhões de pessoas e fomentamos o cooperativismo nos pequenos negócios, mas também precisamos atingir os jovens. Para isso, temos ferramentas como o Woop, que possibilita até a abertura de conta feita de forma digital. A vantagem é que esta geração de jovens é muito cooperativista”.

Sadao partilha da mesma opinião. “Estamos na era do compartilhamento, e o Uber e Airbnb são uma prova disso. Mas as cooperativas sempre pregaram o compartilhamento”.

Para Noris, Maringá oferece qualidade no tratamento de saúde, graças à evolução dos médicos – só a Unimed tem quase mil cooperados, e à qualificação na rede de assistência à saúde. Ele também destacou o potencial de crescimento do cooperativismo no Brasil. O assunto foi reforçado por Conchon. “Neste ano a Sicredi União abrirá 25 agências, o maior volume em um ano, e deu início à construção da nova sede. Temos um planejamento que prevê um amplo crescimento. Em dez anos, nossa expectativa é ter 800 mil associados. Quem faz parte de uma cooperativa, entende a diferença. Tanto que 55% dos novos associados vêm de indicações”, declarou.

Nesta quinta-feira (dia 16) a CBN Maringá promoverá novo debate no estande da Sicredi União PR/SP, também às 20 horas e com transmissão ao vivo. Desta vez o tema será ‘investimento e crédito rural’.

Por: Textual Comunicação