Certificado inédito valida contribuição da Cooperativa ao meio ambiente

“Planeta Lexmark” tem a finalidade de conscientizar os usuários dos impactos ambientais que um cartucho pode causar no planeta, caso seja simplesmente descartado no lixo

Práticas de conscientização ambiental já passaram a fazer parte da rotina de diversas instituições há muito tempo e na Sicredi não seria diferente. Com o respaldo da Comercial Porto Alegrense de Máquinas Calculadoras, a Cooperativa Sicredi União PR/SP vem – por meio da área de Tecnologia da Informação – se sobressaindo no descarte correto de suprimentos.

Programa – Elaborado pela Lexmark (empresa norte-americana que fabrica equipamentos e suprimentos para impressão), o Programa “Planeta Lexmark” se norteia na Política Nacional de Resíduos Sólidos, instituída pela Lei 12.305 de 02 de agosto de 2010 e regulamentada pelo Decreto 7.404 de 23 de dezembro de 2010, a qual cria responsabilidade compartilhada entre fabricante, distribuidor e consumidor final. De acordo com Alessandro Ferreira de Albuquerque, assessor em Tecnologia da Informação, quando um cartucho acaba e é preciso trocá-lo, a caixa do novo cartucho deve guardar o usado. “Dessa forma devolvemos os suprimentos à Comercial Porto Alegrense de Máquinas Calculadoras que repassa diretamente à Lexmark”, explica. Alessandro também conta que é a primeira vez que a Sicredi União PR/SP recebe uma certificação tão representativa à preocupação da Cooperativa com a preservação do meio ambiente. “Sempre estamos criando processos para diminuir o impacto na natureza e, consequentemente, gerar economia à Cooperativa. Assim, asseguramos a responsabilidade de todos os colaboradores neste processo”, afirma Alessandro.

Destinação – Os cartuchos recolhidos são desmembrados em várias partes e suas peças são separadas de acordo com o material das quais são feitas. Plásticos, espumas e metais são utilizados na fabricação dos mais variados produtos. “Os materiais são classificados conforme padrão SGA-ISO 14001, sendo reprocessados e convertidos em matérias-primas à utilização de outras indústrias”, afirma Bruno Pavanatto, Account Manager da Comercial Porto Alegrense de Máquinas Calculadoras.
O Programa “Planeta Lexmark” evita o acúmulo de mais de 400.000 toneladas de plástico na superfície do planeta, que levariam mais de 1.000 anos para se decomporem. Ele também evita o desperdício de petróleo (usado na fabricação dos componentes plásticos dos cartuchos), uma vez que os plásticos podem ser transformados e reaproveitados.