Cooperativa de crédito apoia trabalho de observatórios sociais

Sicredi União PR/SP é uma das mantenedoras das instituições de Maringá, Londrina e Paranavaí

Ciente do trabalho dos observatórios sociais, a Sicredi União PR/SP segue no propósito de desenvolver as regiões onde atua. Assim, acredita em parcerias sólidas, que permitam um trabalho próximo, social e longínquo.

Entre as empresas que a cooperativa apoia, estão as instituições de Maringá, Londrina e Paranavaí. O Observatório Social acompanha de perto licitações, editais de contratações, fiscaliza os gastos de prefeituras, das câmaras de vereadores e também de alguns órgãos estaduais. O trabalho é feito, em sua maior parte, por voluntários. Em Maringá, a ação já conseguiu evitar o desperdício 83 milhões de reais.

Neste mês, o Observatório Social de Maringá (OSM) venceu a categoria cidadania e justiça no Prêmio Innovare 2015, uma premiação que reconhece iniciativas para modernizar a justiça. A entrega foi no Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília. A instituição ficou em 1º lugar de 244 projetos inscritos na categoria.

Segundo o presidente da Sicredi União PR/SP, Wellington Ferreira, é de extrema importância a participação da cooperativa em um projeto tão edificante às cidades. “Quando iniciamos este trabalho, de sermos mantenedores dos observatórios, sabíamos que estávamos apoiando não apenas as ações, mas, também, a idoneidade e o comprometimento”, afirmou Ferreira.

 

Premiação

O Innovare visa premiar ações inovadoras realizadas por magistrados, membros do Ministério Público, defensores públicos e outros atores ligados à justiça, sendo a comissão julgadora composta por ministros do STF. O prêmio promove visibilidade e mostra a tendência da participação da sociedade civil no controle social dos gastos públicos, como possível caminho para uma melhor eficiência da gestão.

 

Região

Criada este ano, a categoria Justiça e Cidadania abriu espaço para a participação de pessoas, empresas e organizações não ligadas ao Judiciário brasileiro e foi o grande destaque desta edição.

O ganhador foi o Observatório Social de Maringá e a Busca pela Transparência e Zelo na Gestão dos Recursos Públicos. A prática vencedora estimula o exercício da cidadania, despertando o cidadão para o acompanhamento dos atos da gestão pública, bem como de fiscalização direta da aplicação dos recursos públicos.