Cooperativismo de crédito cresce em meio à retração do mercado

Sicredi União se destaca em recursos totais e patrimônio líquido

Reconhecida como um dos pilares para o desempenho positivo da Sicredi União, a primeira reunião dos Coordenadores de Núcleo reuniu mais de 70 participantes no Parque do Japão, em Maringá, na noite do dia 02. Entre as cidades convidadas ao evento, participaram associados de Ângulo, Colorado, Floresta, Ivatuba, Maringá e Ourizona. O propósito deste encontro foi apresentar aos porta-vozes a prestação de contas referente ao primeiro trimestre de 2016 e o novo panorama do cooperativismo de crédito no país.

Realidade – A cada dia que passa as cooperativas de crédito estão registrando lucros na casa do bilhão e ocupando espaços antes restritos a grandes bancos nacionais ou internacionais. Na França, por exemplo, quase 50% do sistema financeiro é formado por cooperativas. Além disso, em busca de juros mais baixos, 7,8 milhões de pessoas e empresas, no Brasil, se tornaram associados às cooperativas de crédito, segundo dados do Banco Central. “O Mercado financeiro está sofrendo uma retração perante o novo cenário econômico, mas o cooperativismo de crédito continua atingindo resultados positivos. A Sicredi União, por exemplo, comparando com o mesmo período do ano passado, cresceu 14% em operações de crédito, somando à cooperativa 155 milhões neste segmento”, compara Wellington Ferreira, presidente da Sicredi União.

Números – Destaque para os recursos totais, que são a soma dos fundos e previdência, capital social e depósitos, com o montante de R$ 1.688 bilhão, com evolução nos últimos 12 meses de 24%, e para o patrimônio líquido, que atingiu a marca de R$ 235.916 bilhões. Os bons resultados também vêm refletindo nos ativos totais, cerca de 2.387.715 bilhões, número inerente ao crescimento no número de associados, que hoje ultrapassa os 117 mil.

Agenda – As reuniões estão programadas para acontecer nas três regionais de atuação da cooperativa de crédito. Para fechar o ciclo, faltam apenas quatro reuniões, dia 11, em Cianorte (PR), dia 12, em Paranavaí (PR), dia 13, em Maringá e dia 16, para encerrar as reuniões, em Londrina (PR).