Evento encerra atividades do Comitê Jovem em 2015

4º encontro, promovido pela Sicredi União PR/SP, teve como objetivo avaliar novas propostas cooperativistas

No último dia 24, cerca de 30 jovens se reuniram para discutir os valores do cooperativismo e como está realidade pode ser desenvolvida na comunidade onde vivem. Aliando inteligência, ousadia e integração, todos representaram o papel que assumiram: promoverem ações onde os associados possam obter conhecimento, ao mesmo tempo, atraírem mais jovens para a base da cooperativa. Em equipe, os participantes avaliaram as melhores ideias para 2016.

De acordo com o presidente da Sicredi União PR/SP, Wellington Ferreira, os jovens precisam perceber o quanto a instituição é voltada para o trabalho coletivo. “Não podemos deixar que o individualismo e o curto prazo façam parte dos nossos ideais”, afirmou.

No encontro foi exposto o potencial cooperativo da Sicredi União. “Conhecer os resultados é confiar que estamos no caminho certo. O comitê Jovem, depois desse primeiro ano, está mais maduro. Agora vamos seguir para que o próximo ano seja ainda melhor”, contou Mardem William Santiago, associado da agência de São João da Boa vista (SP).

Futuro

Rogerio Machado, diretor executivo, apresentou as novas expectativas da cooperativa para os próximos anos. “Precisamos entender os diversos públicos para nos comunicar diretamente com todos e o resultado dessa proximidade estará fundamentada nos números. Temos 1.183 bilhões em operações de crédito e 1.573 bilhões em captação. O cooperativismo nunca foi tão moderno, nunca foi tão promissor”, declarou Machado.

4º encontro do Comitê Jovem contou com a participação do presidente da cooperativa, Wellington Ferreira  e do diretor executivo, Rogerio Machado

4º encontro do Comitê Jovem contou com a participação do presidente da cooperativa, Wellington Ferreira e do diretor executivo, Rogerio Machado

Incentivo

Segundo Gisely Almeida, assistente de programas sociais da Sicredi União PR/SP e gestora do Comitê Jovem, é de extrema importância segmentar para que o maior número de associados entenda a intenção da cooperativa. “Os encontros permitem compreender a realidade do jovem e o quanto essa relação é favorável para incluir seus ideais”, afirmou.

Exemplo

Com o objetivo de disseminar o projeto no sudeste e centro-oeste do Brasil, Dhionata Oliveira da Silva, assistente de programas sociais da Sicredi Norte MT/PA, participou do 4º encontro do Comitê Jovem e disse estar admirado com a interação dos jovens. “Estou buscando novas formas de aproximar os associados da cooperativa. Creio que usufruir dos benefícios de um comitê seria enriquecedor na nossa área de atuação”, finalizou Silva.