Expansão do cooperativismo de crédito marca diálogo em Maringá

Resultados do 3º trimestre e panorama sobre o mercado financeiro foram abordados durante encontro entre representantes da instituição financeira cooperativa Sicredi União PR/SP  

 

Em Maringá (PR), berço da cooperativa Sicredi União PR/SP, no início da semana, coordenadores de núcleo, gerentes e diretores da instituição se reuniram, pela terceira vez neste ano, para a apresentação dos resultados referentes ao meses de julho, agosto e setembro. Mais de 120 pessoas compareceram ao evento.

Durante a reunião, coordenada pelo presidente Wellington Ferreira, foi perceptível o contentamento com relação ao avanço da instituição nos últimos meses. Entre os números pujantes está o crescimento acentuado em número de associados, mais de 127 mil, e a evolução progressiva da caderneta de poupança, que hoje atinge a marca de 365 milhões.

A maior cooperativa do Sistema Sicredi e 6ª maior Cooperativa de Crédito e Investimento do Brasil também celebra outras metas estabelecidas para o período, com destaque para os depósitos e recursos totais, além do reconhecimento perante os 17 projetos sociais organizados pela instituição.

Segundo o associado, Diógenes André Tazawa Pepinelli, as reuniões com os coordenadores de núcleo e demais representantes são um via de mão dupla “É mais um momento para ser uma voz ativa, devido a abertura que temos para dialogar com todos os participantes”.

 

Crise

Assunto constante no mercado financeiro, a crise não ficou de fora dos temas comentados. Nesta questão a cooperativa se mantém imutável, tendo como principal argumento o respeito as pessoas. “A cooperativa atua priorizando o relacionamento com os associados antes, durante e depois da crise. É por isso que nosso crescimento continua significativo, mesmo perante a um mercado retraído. Lembrando que não é um trabalho de hoje, há anos estamos dialogando com a sociedade sobre o cooperativismo de crédito”, argumenta Wellington Ferreira, presidente da Sicredi União PR/SP.

Sobre este assunto Rogerio Machado, diretor executivo da cooperativa, aproveita para referendar a participação efetiva dos associados. “Conhecer o associado é nosso maior trunfo. Olhamos para o mercado financeiro, para crise, para os ajustes que estão acontecendo, mas procuramos um entendimento dos negócios do associado também”, afirma Machado.

 

Atuação

A cooperativa atua no Norte e Noroeste do Paraná com, atualmente, 57 agências e está presente no Centro Leste de São Paulo com 18 unidades. Dos 108 municípios na área de atuação, 10 contam apenas com agências da Sicredi União PR/SP. “Percebemos que as pessoas procuram algo que esteja ligado ao associativismo, que crie união e qualidade de vida. É neste sentido que atuamos, principalmente em regiões onde grande parte das pessoas não tem acesso a soluções financeiras simples, como pagar uma conta”, declara Edson Rocha, gerente regional de desenvolvimento. No Brasil 5% da população é associada a uma cooperativa, onde a maior concentração se encontra na região sul do país. “Existem dois pontos de vista, o nosso é que temos muito espaço para atuar e, consequentemente, crescer”, encerra Wellington Ferreira.