Mais de 400 pessoas acompanham assembleia em Londrina

Em Londrina, cerca de 400 pessoas, entre coordenadores de Núcleo e associados da Sicredi União PR/SP acompanharam a assembleia de prestação de contas do desempenho, no primeiro semestre, da cooperativa de crédito, realizada na última terça-feira, dia 26 de julho.

O evento, normalmente focado na apresentação das metas traçadas e alcançadas, teve uma novidade na assembleia de fechamento do semestre: a palestra com o consultor e professor da Fundação Dom Cabral José Paschoal Rossetti, sobre “Condições atuais e perspectivas da economia brasileira”.

Rossetti pautou sua explanação em seis pontos: trajetória e perspectivas econômicas mundiais, as três emergências (nações, empresas e classes sócio-econômicas), altos potenciais e crescimento anêmico da economia brasileira; megamudanças observadas no Brasil, impacto das crises no ambiente de negócios e nas empresas, e Brasil 2015-2025: bases para um programa estratégico de governo.

Em pouco mais de uma hora e meia, o professor e consultor deu uma verdadeira aula sobre economia mundial e brasileira aos presentes à assembleia.

Metas alcançadas

O evento foi aberto pelo diretor executivo da cooperativa, Rogério Machado, que enalteceu o comprometimentos dos cooperados com o crescimento e sucesso da cooperativa.  De acordo com Machado, a participação efetiva dos associados é que impulsiona o crescimento da entidade e que a coloca entre as cinco maiores cooperativa de crédito e investimento no Brasil.

Os números apresentados mostram que das 18 metas propostas no início do ano, 15 avançaram acima dos 100% propostos: número de associados, depósitos à vista, depósitos à prazo, fundos e previdência, captação, recursos totais, crédito geral, coobrigações, crédito total, cartão, ramo vida, ramos elementares, cobrança, consórcios e sobras líquidas. As demais – depósitos em poupança, capital social e crédito rural – chegaram bem próximas das metas estipuladas.

A Sciredi União conta hoje com 120 mil associados e atuação em 108 municípios. Machado destacou que ainda há muito espaço para crescer  e o objetivo da cooperativa é triplicar de tamanho até 2020.