Sicredi projeta liberar R$ 7,6 bilhões no Plano Safra 2013/2014

Estão previstas 165 mil operações de financiamento

O ciclo 2013/2014 do Plano Safra começa no dia 1º de julho de 2013.  E o Sicredi, instituição financeira cooperativa, projeta liberar R$ 7,6 bilhões em crédito rural. Com previsão de efetivar cerca de 165 mil operações, o Sicredi quer bater mais um recorde na disponibilização de recursos, mantendo a posição de destaque entre os maiores agentes de crédito rural do Brasil.

A liberação de recursos pelo Sicredi registra crescimento constante em valores e em número de operações nos últimos anos. No Plano Safra 2012/2013 – que está encerrando foram liberados R$ 6,3 bilhões em 155 mil financiamentos, um aumento de 47% em relação a 2010/2011. Também foi registrada redução nos índices de inadimplência de crédito rural e recursos direcionados, reflexo da natureza cooperativa do negócio.

Do montante de R$ 7,6 bilhões para a Safra 2013/2014, 21% maior do que o Plano Safra 2012/2013, R$ 6,3 bilhões serão direcionados para custeio, comercialização e investimento com linhas do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp) e voltadas aos demais produtores. Os outros R$ 1,3 bilhão será liberado em operações com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Estão previstas 165 mil operações de financiamento para investimento a longo prazo.

O custeio é uma das finalidades do crédito rural e destina-se a cobrir as despesas normais dos ciclos produtivos das atividades agrícola ou pecuária, tais como plantio de lavoura e formação de pastagens. A comercialização engloba despesas posteriores ao cultivo e produção como transporte, beneficiamento e armazenamento dos produtos para venda futura. Os recursos para investimento podem ser usados na construção de silos, compra de maquinário, implementação de lavoura permanente, projeto de recuperação de pastagens e aquisição de rebanho.

O presidente da Sicredi União PR, Wellington Ferreira, conta que até o mês de Maio a cooperativa liberou um total de R$ 380.789.440,00 no Plano Safra 2012/2013 que começou no mês de Julho de 2012 e vai até 30 deste mês. Neste valor já está incluso custeios e investimentos. Para a Safra 2013/2014 a cooperativa estima um crescimento de 28% em recursos liberados para o crédito rural. O que é equivalente a R$480.400.000 ,00 somente na área de atuação da cooperativa.