Sicredi União PR lança “A União Faz a Vida” em Ivatuba

Iniciativa vai abranger cerca de 300 alunos e 40 professores da Escola Municipal Afrânio Peixoto

No último dia 28 de maio, aproximadamente 150 convidados, entre professores e autoridades do município de Ivatuba, a 40km de Maringá, participaram do lançamento, no Country Club da cidade, do programa “A União Faz a Vida”, promovido pela Sicredi União PR. A programação incluiu também uma palestra sobre a diferença entre educação e informação, com a psicopedagoga Fernanda Sobreira, de Belo Horizonte (MG).

A iniciativa, que integra educação com a prática cooperativista, vai abranger mais de 300 alunos da Escola Municipal Afrânio Peixoto. Com essa, já são 21 as instituições atendidas na área de ação da Sicredi União PR, com mais de 5 mil estudantes. Além de Ivatuba, o programa está presente em Santa Fé, Munhoz de Mello, Londrina e Nova Esperança. “Nossa meta é chegar a sete municípios até o final do ano. Nos dias 18 e 28 de junho, será a vez de Jussara e Floraí”, comentou a coordenadora Caroline Consorte. Segundo ela, nestes dias 3 e 4, o mesmo será levado para as unidades do Serviço Social da Indústria (Sesi) de Cambé e Londrina. De acordo com a coordenadora, 40 professores vão ser preparados em Ivatuba para ensinarem os alunos a reciclar, cooperar e economizar “para que as crianças cresçam conscientes de sua responsabilidade social e ambiental”, completou.

O prefeito de Ivatuba, Robson Ramos, agradeceu aos dirigentes do Sicredi pela inclusão do município. Já o gerente de atendimento local, Wilson Ângelo Kinippeberg, citou que Ivatuba tem se destacado, por sua participação, entre as cidades servidas pela cooperativa de crédito. Finalmente, ao pronunciar-se, o presidente da instituição, Wellington Ferreira, destacou que “o objetivo é puramente a educação. Para melhorar o País, temos que investir nas novas gerações”.

Em sua exposição, a palestrante Fernanda Sobreira ressaltou que “O conhecimento é que educa, e não a informação, ao contrário do que grande parte da sociedade ainda pensa”. De acordo com ela, o conhecimento é que motiva a busca pela informação, de modo a compreendê-la. “Aí é que os professores devem entrar em cena e fazer com que os alunos sejam investigativos”, disse. Conforme Sobreira, a educação de hoje precisa ser diferente da que era praticada uma ou duas décadas atrás, dado o constante processo de transformações da vida moderna.

 

ivatuba-uniao-faz-a-vida-sicredi-uniao-pr

ivatuba-uniao-faz-a-vida-sicredi-uniao-pr-2