Sicredi União PR/SP homenageia colaboradores por tempo de casa

Noite comemorativa uniu boas lembranças, reconhecimento e emocionou a todos os presentes

A Sicredi União PR/SP tem uma política bem alicerçada na excelência em atendimento e na satisfação de todos os colaboradores. Prova disso, foi a realização da 2ª edição da Política de Reconhecimento por Tempo de Casa – Jeito Sicredi de Ser – no último sábado (21), em Maringá.

O evento teve como principal objetivo reconhecer a dedicação dos colaboradores com 10,15 e 20 anos de trabalho ofertados à cooperativa. Para a gerente de gestão de pessoas, Tatiane Terezan Lopes, tantos anos de casa evidenciam a união vivenciada no dia a dia. “É bom sentir que aqueles que estão conosco compartilham da mesma missão. Pessoas do bem, com ética, integridade, que respeitam o próximo e os valores do cooperativismo”, certificou Tatiane.

Prestígio

Para celebrar a noite juntamente com os homenageados, Wellington Ferreira, presidente da cooperativa, Rogério Machado, diretor executivo e também homenageado por 10 anos de Sicredi União PR/SP, Walter Luiz Silva, diretor de operações e os diretores de negócios, Constantino Júnior, Edson da Silva Rocha e Paulo Fernando Ozelame fizeram questão de estarem presentes.

Ao discursar na abertura das homenagens, Wellington Ferreira lembrou, com saudosismo, do início da cooperativa. “Hoje, me veio à memória quando tínhamos 25 colaboradores, ainda na Cocamar, e atualmente com 780 ainda sinto os mesmos valores que conquistamos naqueles anos. O tempo passou, mas tem uma coisa que nunca perdemos: o respeito pelas pessoas, e é isso que vai nos levar para o futuro”, celebrou Ferreira.

Homenageados

 

Diretores e colaboradores homenageados se reuniram no Buffet Chateau Village, em Maringá, para celebrar a Política de Reconhecimento por Tempo de Casa. O evento teve como principal objetivo reconhecer os colaboradores com 10,15 e 20 anos de cooperativa.

 

Para enaltecer a noite festiva, a diretoria da Sicredi União PR/SP recebeu cada homenageado com presentes e uma placa comemorativa, ambos oferecidos como gesto para representar o tempo de cooperativa. Durante o evento, Selma Regina Scotti, gerente administrativa financeira de Japurá, que trabalha na cooperativa desde novembro de 2004, festejou o momento reconhecendo o quanto é importante o trabalho em grupo e as amizades conquistadas nos últimos 10 anos. “É muito gratificante olhar para trás e ter a plena certeza de ter dado o máximo e o melhor em tudo, a todo o momento conscientes de nossa missão. Com humildade e simplicidade, vamos trabalhar em busca de dias melhores para toda cooperativa”, afirmou.

Para o gerente da agência de Doutor Camargo, André Luiz de Ponti Zamoro, que comemorou 15 anos de cooperativa, o motivo de alegria estava nas lembranças do início de sua carreira. “Comecei como estagiário, fazendo atualização de cadastro, malote e atendimento de associados no caixa eletrônico. Depois fui efetivado como atendente, depois encarregado de atendimento, coordenador administrativo financeiro, gerente administrativo financeiro e, atualmente, sinto-me honrado em ser gerente de agência. A Sicredi é minha segunda família, eu comecei a trabalhar muito novo e conheci de perto o crescimento da cooperativa na região”, recordou André.

Na cooperativa desde julho de 1995, Eroncley Mário Domingues, gerente da agência de Floresta, mostrou-se bem familiarizado com todos e descreveu com afinco os últimos 20 anos de Sicredi União PR/SP. “Ao longo dessas duas décadas, mesclaram-se percalços e dificuldades, mas também muitas conquistas e realizações. Acredito, acima de tudo, que não há despertar de capacidade sem a adversidade”. Eron, como é chamado pelos colegas, aproveitou o momento para agradecer, também, aos associados que fazem da Sicredi a melhor instituição financeira cooperativa do país.

No encerramento, Rogério Machado aproveitou o momento para agradecer a homenagem pelos 10 anos por Tempo de Casa e lembrou que o principal motivo para o sucesso da cooperativa está no futuro. “Somos uma empresa de sucesso e esse fato é devido às pessoas que trabalham todos os dias para que a Sicredi seja uma cooperativa diferente. Vocês crescem e a empresa cresce. A mudança não é difícil, o difícil é resistir às mudanças”, conclui.

 

Por Mobi Comunicação / Regional Noroeste