Sicredi União PR/SP libera R$ 615 milhões em crédito rural

As agências da Sicredi União PR/SP projetam a liberação de R$ 615 milhões em crédito rural para o custeio das culturas de inverno 2020, considerando que parte dos recursos foram antecipados para o milho safrinha. O montante representa um crescimento de 30% em relação aos valores liberados na safra passada. A expectativa é que mais de 3,5 mil associados sejam atendidos.
“Esses R$ 615 milhões serão aplicados de dezembro de 2019 a junho de 2020, considerando todos os públicos, sendo que R$ 66,7 milhões serão para os produtores que possuem Declaração de Aptidão (DAP) ao Pronaf. Para o público que se enquadra no Pronamp, com renda bruta anual de até R$ 2milhões, estão previstos R$ 199,3 milhões. E para aqueles com renda bruta anual acima de R$ 3 milhões, há R$ 349 milhões disponíveis”, explica o gerente de Desenvolvimento Agro da Sicredi União PR/SP, Vitor Pasquini.
Ele explica que a taxa de juros varia de acordo com o público. Para pequenos produtores a taxa vai de 3% a 4,60% ao ano. Para os médios produtores a taxa é de 6% ao ano. Os demais vão contratar o crédito com taxa anual de 8%. “Quando contratadas com recursos controlados de crédito rural, as taxas valem para todas as instituições financeiras”, acrescenta o gerente.
Ainda segundo Pasquini, o crédito é destinado à cobertura dos custos de produção de cada cultura, podendo ser usado para aquisição de insumos, fertilizantes, defensivos, prestação de serviços, herbicidas, inseticidas, despesas com colheita, entre outros.
Na área de atuação da cooperativa, além do tradicional milho safrinha no norte e noroeste do Paraná, o crédito para o período de inverno vai para as culturas de trigo, laranja, mandioca, cana-de-açúcar, café, cebola, batata, olericultura, bem como para o custeio da pecuária de corte e leiteira. O ciclo de colheita varia de acordo com cada cultura, podendo variar de 120 a 150 dias.

Satisfeitos
No município de Floresta, os produtores rurais dizem que o apoio da Sicredi União é fundamental para a agricultura e se mostram satisfeitos com as taxas de juro e principalmente com a agilidade para a liberação do crédito por parte da cooperativa.
“Quando fui no meu agrônomo pegar o projeto para fazer o custeio agrícola, ele fez e já mandou pra cá. Dias depois já me ligaram que o crédito estava aprovado. Fiquei surpreso com esta notícia. O atendimento é perfeito e as taxas de juros são ótimas. Sou cliente há muitos anos da Sicredi e não tenho do que reclamar”, afirma o produtor rural Éder Trazzi Rodrigues. .
“A gente procura o crédito e em poucos dias já está sendo atendido. Tá muito fácil hoje para a gente adquirir um crédito rural. Eu estou satisfeito porque sempre que eu precisei, fui atendido”, conta o produtor rural Vlaudemir Donizete Pavan.
“Nossa agência consegue atender 100% da demanda por crédito rural no município, que tem hoje aproximadamente 5 mil alqueires agricultáveis”, assegura o gerente da agência de Floresta, Eroncley Mario Domingues.

Por Textual Comunicação