Sicredi União: resultados da cooperativa em 2015

Cooperativa encerra reuniões de prestação de contas com Assembleia Geral Ordinária

 

A Cooperativa de Crédito Sicredi União PR/SP realizou na noite de sexta-feira, 04, a 30ª Assembleia Geral Ordinária (AGO). O evento contou com a participação de 350 pessoas, entre delegados de núcleos, diretores, associados, convidados e colaboradores. Realizada na ACEMA – Associação Cultural e Esportiva de Maringá, a assembleia confirmou a eleição do novo Conselho de Administração, bem como encerrou as 68 reuniões de prestações de contas de 2015, realizadas em toda área de atuação e com o marco de participação de 12% da base de associados ativos.

Com a presença de autoridades que representam o movimento cooperativista, Luiz Lourenço, presidente do Conselho de Administração da Cocamar, Luciano Ferreira Lopes, presidente da Unicampo, Afonso Akioshi Shiozaki, presidente da ACEMA, Divanir Higino da Silva, presidente da Cocamar, Sérgio Munhoz, presidente da Integrada, Gerson Lauermann, gerente de Auto Gestão da Ocepar, Américo Utami, assessor da Presidência do Sistema Ocesp e José Antônio Borghi, presidente do Sindicato Rural, as deliberações foram propostas aos 108 coordenadores de núcleos que estavam presentes na assembleia.

Segundo o presidente da Sicredi União, Wellington Ferreira, a AGO concretiza o encerramento das reuniões de prestação de contas relativas a 2015. “Que tudo seja feito para beneficiar as mais de 110 mil pessoas que acreditam na cooperativa. Daqui 100 anos, queremos que todos ainda sintam o orgulho que temos hoje”, enfatiza Ferreira.

 

Resultados

Ativos Totais

R$ 2.2 bilhões em 2015

Evolução de 17% em relação a 2014

 

Recursos Totais

R$ 1.563 bilhão em 2015

Aumento de 20% em relação a 2014

 

Patrimônio Líquido

R$ 226,6 milhões em 2015

15% de crescimento em relação a 2014

 

Número de Associados

Mais de 110 mil em 2015

Crescimento de 12%

 

Metas

Nos próximos cinco anos, a cooperativa busca conquistar cinco bilhões em ativos totais, 500 milhões em patrimônio líquido, 110 agências e a participação de 300.000 associados. Para o diretor executivo, Rogerio Machado, essa meta será facilmente alcançada se cada associado indicar duas pessoas. “Indicar não é falar dos produtos e serviços, é falar dos valores, é dizer que investimos na comunidade e nas pessoas”, explica.

 

Expansão

Já para este ano, a cooperativa planeja inaugurar três novas unidades, uma em Sarandi (PR) e duas no Centro Leste Paulista, em Casa Branca e Caconde. E prevê reinaugurar as agências de Floresta (PR), Cambé (PR), Astorga (PR) e Sertanópolis (PR).

 

Eleição

Assumem a gestão da cooperativa, pelos próximos quatro anos, Wellington Ferreira como Presidente e Luiz Henrique Pedroni como Vice, juntamente com os conselheiros Alcides Spoladore Filho, Bruna A. Vizzotto, Clair Turazzi Filho, Cláudio M. Leal, Divanir Higino Da Silva, Eugenia Ceres R. C. Monteiro, Januário C. Crescitelli, Luiz A.Cassolato, Waldyr Lopes, Francisco D.Rasente, Junior Hideu Tsuruda, Silvio Roes e Décio Mello Costa.

 

DEPOIMENTOS

“Os resultados surpreenderam muito e todos conseguiram tomar proporções disso. O cooperativismo de crédito é o que dá sustentação ao crescimento do país”.

Antônio Evaristo – Coordenador de Núcleo de Londrina e associado há 5 anos

 

“Cada dia mais os associados conseguem sentir que participam de uma cooperativa de crédito que dá voz. Essa proximidade sempre foi a chave do sucesso da cooperativa”.

Odete B. Cavalcante – Coordenador de Núcleo de Mogi Guaçu e associada há 15 anos

 

“A dinâmica de permitir que o associado participe dos rumos da cooperativa enriquece a vida das pessoas e é o que direciona a cooperativa ao crescimento”.

Edson Amieiro – Coordenador de Núcleo de Floresta e associado há 15 anos

 

“Se a Sicredi União almeja sair de 2.2 bilhões de ativos para 5 milhões, vocês vão mais do que dobrar. É disso que o cooperativismo precisa, de determinação e comprometimento. São as cooperativas do Paraná dando exemplo”.

Gerson Lauermann – Gerente de Auto Gestão da Ocepar

 

“O cooperativismo de crédito é a grande arma para o desenvolvimento do país, é o setor que mais cresce Brasil. O dinheiro da cooperativa é do associado, é ele que determina o quanto à cooperativa pode crescer”.

Américo Utami – Assessor da Presidência do Sistema Ocesp